• +(84) 3211-4144
  • contato@saern.org.br

Venha comemorar o Dia do Anestesiologista

Venha comemorar o Dia do Anestesiologista

Cooperado, anote na sua agenda!

Neste mês comemoramos o Dia do Médico e temos um convite especial para você.
Realizaremos um almoço em comemoração ao Dia do Anestesiologista e o lançamento da Revista Potiguar de Anestesiologia vol. 6
Teremos o apoio da Coopanestrn e nosso encontro será animado pela Banda Mistura Fina.

Data: 19/10/2019 (sábado)
Local: Restaurante Fogo e Chama –  Av. Praia de Ponta Negra, 8920 – Ponta Negra
Horário: 11:30 as 15:30 (sem acréscimos de horário)
O associado tem direito a levar um acompanhante e solicitamos confirmação de presença.

Contato: (84) 9976-5561

 

Estou pronto para ir trabalhar. Será? 

Como estamos nos tratando? Como nos colocamos diante de nossa profissão? Observamos que o dia a dia do profissional médico é intenso e, muitas vezes ele entra em uma rotina de trabalho exaustiva e esquece que ele mesmo precisa cuidar de sua saúde. 

Dentre as especialidades médicas, a anestesiologia é uma que apresenta um alto grau de estresse. É uma especialidade que possui uma atividade laboral que exige tomadas de decisões rápidas e precisas e um grau máximo de atenção constante ao seu paciente. 

Por isso, a possibilidade de adoecimento é grande. Principalmente no que se refere a exaustão física e emocional. Não é por acaso que existe um índice alto de Burnout entre os anestesiologistas. Vários trabalhos realizados em diversos estados no Brasil apresentam um nível importante de Burnout que chega, em alguns lugares, a atingir mais de 50% dos anestesiologistas.

Além de dessa síndrome do esgotamento físico, os anestesiologistas apresentam também depressão, drogadição, alcoolismo e ideação suicida.  É necessário, portanto, que o médico anestesiologista olhe para si mesmo e, a exemplo do que faz na sua rotina de trabalho, quando checa as condições de seu equipamento no início do dia e faz o check list para uma anestesia segura, visando o bem estar do paciente, que ele possa também fazer o seu próprio checklist.

Isso é possível de fazer a partir de um programa desenvolvido pelo governo americano chamado TeamSTEPPS 2.0. Aplicando esse programa o médico pode checar como está.

 É o I’M SAFE.

I – A primeira pergunta que ele tem que se fazer é: Estou me sentindo mal o suficiente para prejudicar o meu desempenho profissional? 

Em outras palavras é você se perguntar se está em condições de saúde boas para trabalhar. Isso parece bobagem, mas sabe-se que o médico reluta muito em admitir que está doente. Muitas vezes, quando procura ajuda já apresenta doença em estágio avançado. Portanto, é preciso se perguntar pela manhã como você está. 

M –  Se você está usando alguma medicação deve se perguntar: Essa medicação pode afetar minha capacidade de atenção e performance? 

Devido ao aumento do número de casos depressão, alcoolismo, ansiedade, burnout é cada vez mais comum a utilização de psicofármacos. Não é nenhum demérito seu uso desde que seja por orientação de especialista. Se for preciso alterar a dosagem ou iniciar o seu uso, que seja feito quando não houver atividade laborativa no dia seguinte. 

S – O stress é praticamente inerente à atividade médica como um todo e especialmente presente na prática da anestesiologia. Aprendemos a conviver com ele e até esquecemos e negligenciamos a sua presença.

No entanto, devemos estar atentos a alguma situação estressante em especial (seja pessoal ou profissional) que possa impedir de manter o foco e a capacidade de executar a nossa função. Se algo assim está acontecendo, o recomendado é buscar auxílio psicológico/psiquiátrico. Afinal, assim como o coração e o pulmão, o cérebro também adoece. 

A – Álcool/ drogas. Devemos sempre nos perguntar se o uso do álcool ou drogas ilícitas está causando prejuízo a nossa capacidade de exercer as tarefas com segurança. Essa é uma questão óbvia, porém difícil. Porque quem está diretamente envolvido no consumo exagerado de álcool ou drogas, muitas vezes não tem a percepção de quão grave é a situação. Não quer ver e precisa, muitas vezes, de ajuda externa para compreender o seu real estágio. O recomendado é que não haja de fato um consumo exagerado de álcool e que entre o consumo e o ato anestésico haja um intervalo mínimo de oito horas. 

F – Fadiga. Os efeitos da fadiga sobre a performance profissional podem ser devastadores. Há uma relação entre ela e a ocorrência de eventos adversos. Um indivíduo que apresenta fadiga tem seus reflexos mais lentos, e essa lentidão pode trazer consequências catastróficas ao paciente e ao médico. Este médico se torna também vítima desse evento adverso. É a segunda vítima.

Um profissional que sofre, perde a confiança dos pacientes e a autoconfiança. Muitos mudaram a sua atividade, deixando uma especialidade ou mesmo a profissão depois de um evento adverso. Portanto, devemos estar atentos a fadiga. 

E – eating/ elimination. Uma das perguntas que devemos nos fazer antes de uma jornada de trabalho é: Me sinto bem alimentado e nutrido de maneira adequada, e estou com minhas funções fisiológicas funcionando bem? 

O cuidador deve estar com saúde suficientemente boa para cuidar bem dos seus pacientes.  Exercendo o nosso ofício, muitas vezes passamos horas e horas no centro cirúrgico. Nesse período não nos alimentamos e passamos muito tempo sem ir sequer ao banheiro. Quando se tem as necessidades fisiológicas não atendidas, entramos num estado de ansiedade e a nossa atenção e concentração vão por água abaixo. 

Quando isso acontece estamos entrando naquela área nebulosa que propicia o erro e o aparecimento de eventos adversos. Ou seja, não estamos dando a devida atenção ao nosso paciente. Passar mais de seis horas sem se alimentar ou ir ao banheiro não é recomendável.

Esta é, portanto, a lista de checagem que deveríamos fazer todos os dias antes de sairmos para trabalhar. Se por acaso estamos em um mal dia ou passando por um problema muito sério que nos impeça de prestar um bom serviço ao nosso paciente com segurança e qualidade, tenhamos a coragem de dizer não a nós mesmos. Podemos ligar para um colega e nesse dia tirar um dia para repouso, para fazer um passeio, ir a praia, estar com a família ou simplesmente sentar e ler um bom livro. 

Que essa checagem nos ajude a exercer a nossa atividade com tranquilidade, qualidade e segurança para nós e, principalmente para o nosso paciente. Depois de checar a nós mesmos podemos sair com o pensamento tranquilo e dizer para nós mesmos: estou seguro! (I’m safe!). 

 

Texto baseado no artigo: Checklist do Anestesiologista escrito por Giovanni Menezes Santos e publicado na revista Anestesia em revista Ano 68, número 02 de abril/maio/junho de 2018. 

Por Dr. Frederich Marcks Abreu de Goes

 

Revista Potiguar de Anestesiologia – Volume VI

Lançada o VI volume da Revista Potiguar de Anestesiologia, durante a 43ª JONNA, realizada de 21 a 23 de março de 2019.

Tem o seguinte índice:

1. Editorial 2019
Qualidade e Segurança na Anestesia: um Convite Institucional 

2. Editorial 2019
43ª JONNA, a 5ª na Cidade do Natal 

3. Monitorização da Profundidade Anestésica e bis 
Nunes RR1, Nunes Filho RR2, Rodrigues LP3, Araújo BKC4, Feijó DKA5

4. Estratégias de estabilização hemodinâmica no paciente politraumatizado: o papel do anestesiologista 
Silveira RHA*

5. A Insônia Apneia Obstrutiva do Sono (OSA) e Anestesia 
Freitas ML*,Vale NB, TSA**

6. Plantão Noturno é determinante da Insônia Crônica do Anestesiologista? – Abordagem Cronobiológica 
Vale AMO *, Vale DB**, Vale NB, TSA ***

7. Adjuvantes Venosos na Raquianestesia Hiperbárica para Cesárea 
Vale NB TSA,* Vale AHB**TSA, Vale LFB***

8. ERAS (Enhanced Recovery after Surgery): um Programa para aumentar a Segurança de Procedimentos Cirúrgicos de Grande Porte
Vale NB, TSA,Vale AHB, TSA

9. História da Academia de Medicina do Rio Grande do Norte 
Negreiros AAF, TSA*

10. Assepsia e Antissepsia na Raquianestesia: Aspectos Históricos
Vale NB, TSA* e Sousa NB**

11. Pneumotórax Hipertensivo durante Indução Anestésica: Relato de Caso 
Martins Jr ANN, Paiva Jr, Praxedes EM,Freitas JV, Gurgel AMC

12. Bloqueio Femoral e Raquianestesia isobárica no Atendimento Ortopédico de Fratura de Fêmur em Paciente Centenária. Relato de caso
Rodrigues Jr JW1, Araújo Jr DC2, Macena DSM3, Nilton NB TSA4

13. Interações Medicamentosas em Anestesia Obstétrica 
Vale NB, TSA* Vale LFB** Vale AHB, TSA***, Vale DB***

14. Ser Médico Anestesiologista é ir além do Mundo Humanizado
Góes FMA*. Vale NB, TSA**

Agradecemos a participação e a colaboração de todos os anestesiologistas envolvidos. Nosso muito obrigado.

Acesse a revista aqui

 

Doações para um Natal melhor

Espaço Solidário Natal

Doações para um Natal melhor, vamos fazer o desse natal mais confortável para esses idosos.

O Espaço Solidário Natal – Instituição que agrega diferentes projetos, foi fundado pelo Padre Sabino e coordenado pelo Padre Robério. Fica localizado no Bairro de Mãe Luíza e atende atualmente a 45 idosos.

Espaço Solidário Natal

 Espaço Solidário Natal – R. Camaragibe, 1364 – Mãe Luíza, Natal – RN, 59014-220

Pedimos doações de fraldas geriátricas, material de limpeza e luvas descartáveis.

As doações podem se entregues até dia 23 de dezembro na sede da SAERN.

 

 

Comemoração Dia do Anestesiologista Natal

A SAERN realizou na noite de sexta dia 19 de outubro, um jantar em comemoração ao Dia do Anestesiologista, no Restaurante Abade. Uma noite agradável, bom papo, comida e bebida regados a uma boa música.

Agradecemos a participação de todos os nossos associados e familiares.

 

 

Comemoração do dia do anestesiologista em Mossoró

16 de outubro de 2018.

Realizado pela CAM – Clínica de Anestesiologia de Mossoró e DRO – Departamento Regional do Oeste da SAERN no  Hotel Vila Oeste.

Na abertura tivemos as falas  do Dr. Ronaldo Fixina – Secretário da SAERN, Dr Frederich Góis –  Presidente da SAERN e Dr. Haroldo Duarte ( urologista) saudando  e parabenizando os anestesiologistas presentes.

Em seguida houve um momento ecumênico com  Dr Elumar Pereira que também é pastor e Dr Frederich Góis que é católico. Concluído  com a oração do Pai nosso.

A programação continuou com um número de dança, depois um show de humor com dois humoristas do Ceará.

Encerramos a noite com música ao vivo com uma cantora local e foi servido um jantar.

Por último foi realizado sorteio de vários brindes. O maior deles,uma bicicleta.

Uma noite agradável, bom papo, comida e bebida regados a uma boa música. Nada melhor para anestesiar o cansaço da luta diária e estimular o sistema imunológico e endócrino para melhorar nossa saúde física e mental.

Nós merecemos.

 

Programação Científica

Dando continuidade a programação cientifica, hoje 26/09 realizamos mais uma aula.

Cistalóides vs Colóides: intraoperatório guiado por metas com uso de sistema em alça fechada.
Da esquerda para direita, Orientador: Dr Lauro Herculano, Presidente Dr Frederich Marcks Palestrante Dr Diego Souza e Vice presidente Dr Frederico Santos.

Dia de Cooperar 2018

A SAERN realizou em 23 de julho de 2016, o I Simpósio de Transfusão e Coagulação no Holiday Inn Natal, voltado para os residentes e anestesiologistas, palestrantes: Dr. Vinicius Fernando da Luz (RN), Dr. Wallace Andrino da Silva (RN), Dr. Bruno Sinedino (SP), Dr. Frederich Marcks Abreu de Góes (RN), Dr. Juliano P. de Almeida (SP), Dr. Ricardo Chamas (RJ), Dr. André F. Furtado (RN), Dr. Ricardo Nani (SP), Dr. Elio Barreto (RN) e Dr. Adriano Gurgel (RN).

Revista Potiguar de Anestesiologia

No dia 05/08/2018 a SAERN lançou durante a JAERN/JAM em Mossoró/RN o V volume da Revista Potiguar de Anestesiologia, a revista conta com artigos científicos escritos pelos Anestesiologistas.

Segundo Dr. Nilton do Vale, editor-chefe da RPA a tarefa é manter educação continuada e estimular aos colegas o gosto em escrever sobre o que está lendo, desde que seja do interesse do anestesiologista potiguar.

Em 2019 será lançada o VI volume durante a 43ª JONNA de 21 a 23 de março, contamos com a sua colaboração.

Curso Suporte Avançado à Vida em Anestesia (SAVA) – 2017

CURSO SAVA

O Suporte Avançado à Vida em Anestesia (SAVA) é um projeto educacional da Sociedade Brasileira de Anestesiologia, subordinado ao Departamento Científico da SBA, que é desenvolvido por meio de um curso presencial para qualificação em prevenção, diagnóstico e tratamento de situações críticas em anestesia.

 

Objetivos

  • Proporcionar treinamento teórico-prático para anestesiologistas ou médicos em formação na especialidade, por meio do desenvolvimento de habilidades técnicas e abordagem dos aspectos humanos no gerenciamento de crises que ameaçam a vida durante o período peri operatório.
  • Reduzir a morbidade e mortalidade relacionadas à prática da especialidade.
  • Capacitar por meio de treinamento para o controle de crises, que requer habilidades comuns em múltiplos eventos.
  • Proporcionar ao egresso do curso, excelência no aprendizado da prevenção, diagnóstico e tratamento de situações críticas em anestesia e da parada cardiorrespiratória (PCR).

Em 30 de setembro e 01 de outubro de 2017 foi realizado o 90º Curso SAVA – Suporte avançado de vida em anestesiologia no Praiamar Natal Hotel & Convention em Natal/RN.

 

12